Adiamento de 90 dias nas regras de motoristas de aplicativo é confirmado

Prefeito Marquinhos Trad confirmou que a prorrogação deve ser aprovada pela Câmara Municipal

Atendendo reivindicações de motoristas de aplicativo, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou que a lei municipal n.º 6.294 será prorrogada por 90 dias. O objetivo é dar mais tempo para que os trabalhadores possam se adequar as novas diretrizes.

Ainda é preciso formalizar a suspensão do decreto na Câmara Municipal. A decisão foi tomada após reunião com o prefeito Marquinhos Trad e dez motoristas. O Prefeito afirmou que irá enviar o projeto de lei para os vereadores assim que o recesso acabar, oficializando o novo prazo.

Trad ainda garantiu que enquanto a nova data não é aprovada na Câmara, não será iniciada a fiscalização. Os motoristas se reuniram e fizeram uma passeata pela avenida Afonso Pena para entregar um ofício com reivindicações.

A categoria questiona a proibição de veículos com mais de oito anos rodarem. Outras reivindicações são a necessidade de exame toxicológico, necessidade de contratação de mais de um seguro, proibição de atender determinadas áreas e multas elevadas em caso de descumprimento.

Foi publicado pela Agetran as regras que os motoristas devem respeitar: os veículos devem ter um adesivo de identificação com informações, como nome, CPF, marca, modelo e a placa do veículo; comprovar formação específica em condução segura de veículo; vistorias anuais dos veículos cadastrados.