Casa da Mulher Brasileira comemora cinco anos de existência com redução de crimes graves

A Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande, referência nacional no combate e atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica, completa cinco anos de existência nesta segunda-feira (03). Ela foi a primeira das sete construídas no País e já comemora atendimento a 70 mil mulheres desde a inauguração.

“Quando uma mulher resolve entrar por essa porta, ela deve ter a certeza que terá um escudo lá fora. E esse tem sido os esforços de vocês, além de dar todo suporte e orientação para que essas mulheres refaçam a vida delas”, declarou o prefeito Marquinhos Trad. “Recentemente, estive em Brasília e, para minha alegria, a ministra Damares Alves, da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, elogiou o empenho de vocês”, reforçou.

Segundo a subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini, o sucesso da Casa da Mulher Brasileira se reflete na diminuição de crimes graves e no reconhecimento das mulheres vítimas de violência que procuram a Casa. “Os números recentes demonstram que estamos no caminho certo. Se nós compararmos os dados da Segurança Pública Estadual da Polícia Civil, de 2018 e 2019, embora tenha sido registrado um aumento dos boletins de ocorrência relacionados à violência doméstica, os crimes graves como feminicídio, ameaça, lesão corporal dolosa e estupro foram reduzidos. Isso demonstra que nossa equipe está de fato empenhada para que esses crimes sejam cada vez mais reduzidos”.

Serviços
O grande diferencial da Casa da Mulher Brasileira é oferecer em um único local serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia, Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública, promoção de autonomia econômica e até mesmo cuidado com as crianças – brinquedoteca, alojamento de passagem e central de transportes.

A Casa faz parte do Programa Mulher Segura e está vinculada à Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres. Seu principal objetivo é facilitar o acesso aos serviços especializados no combate à violência doméstica além de garantir condições que promovam o empoderamento da mulher e sua autonomia econômica.

Em funcionamento 24 horas por dia, a Casa fica localizada na Rua Brasília, Lote A, Quadra 2 s/n – Jardim Imá. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (67) 2020-1300.

Números (03/02/2015- 31/12/2019)

Recepção – atendimentos às
mulheres (também com retorno das
mesmas): 68.173

Atendimentos e encaminhamentos
realizados nos setores integrados: 441.885

DEAM – Delegacia Especializada
de Atendimento à Mulher: Boletins de Ocorrências: 36.559

3ª Vara de Violência Doméstica e
Familiar c/ a Mulher: Concessão de Medidas Protetivas: 16.935

MPE – 72a Promotoria de Justiça atendimentos: 64.590

Defensoria Pública atendimentos: 19.142

GCM/Patrulha Maria da Penha atendimentos: 30.064