Estado garante trafegabilidade à malha e investe no contorno rodoviário de Ponta Porã

Serviço de restauração e implantação de quebra-molas na MS-164, entre Ponta Porã e Vista Alegre (BR-267). Foto: Edemir Rodrigues

Como ocorre nas demais regiões do Estado, a malha viária do sul-fronteira com o Paraguai vem recebendo investimentos na melhoria do tráfego, com recursos do Fundersul, garantindo escoamento da produção e segurança aos usuários. A região de Ponta Porã é um exemplo: além da manutenção das estradas, o Governo do Estado investe R$ 22 milhões na implantação do contorno rodoviário da cidade.

“A atenção da Agesul é permanente e ainda auxilia a prefeitura na recuperação das estradas vicinais, as quais atendem os nossos assentamentos”, afirmou o prefeito Hélio Peluffo.

O anel viário é uma obra vital para o desenvolvimento da quarta maior cidade de Mato Grosso do Sul, em franca expansão agropecuária. Com extensão de 8 km, a obra executada pela prefeitura desvia no sentido Norte o trânsito pesado do centro, se interligando à MS-164, que demanda a Maracaju e às principais cerealistas da região. O contorno, já em execução, também levará infraestrutura (drenagem e pavimentação) a pelo menos dez bairros.

Contorno rodoviário de Ponta Porã, com conclusão em 2020: Estado investe R$ 22 milhões

“Esse projeto viário é um sonho de décadas, agora uma realidade no governo do Reinaldo Azambuja”, destaca o prefeito. “A saída dos caminhões do centro é apenas um dos benefícios, o contorno levará infraestrutura aos espaços vazios, estimulando a expansão e aproximando as comunidades dos serviços públicos e criando novos acessos às diferentes regiões da cidade. Será um avanço enorme para a mobilidade urbana”, acrescenta Peluffo.

Contorno em obras: nova pista e drenagem

MS-384: restauração

Conforme o prefeito, a parceria da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) tem permitido a manutenção permanente de estradas vicinais, onde, muitas vezes, a prefeitura não tem disponibilidade de recursos e maquinários para atuar. Atualmente, a patrulha da Agesul recupera as ruas do núcleo comunitário do Assentamento Itamarati e, na sequência, atenderá as estradas municipais dos assentamentos Nova Era e Boa Vista.

Agesul concluiu o serviço de tapa-buraco na MS-384. Restauração da rodovia em processo de contratação pelo Estrado

Apesar das condições climáticas desfavoráveis na região, a Agesul mantém os serviços de manutenção (raspagem da pista e cascalhamento) da malha viária sob jurisdição de sua Residência em Ponta Porã, que abrange os municípios de Antônio João e Laguna Carapã. Os serviços estão sendo executados na MS-380 (Laguna Carapã-Caarapó) e MS-280 (Lagunita), estradas de terra, e no núcleo urbano de Sanga Puitã.

MS-280 recuperada, na região de Lagunita

O Estado concluiu o tapa-buraco na MS-384, entre Ponta Porã e Antônio João. A rodovia integra o tronco rodoviário da região, com tráfego intenso (grãos e calcário), e receberá atenção especial: a Agesul licitou a restauração do trecho entre os entroncamentos com a MS-164 e BR-060, beneficiando também Bela Vista. A Agesul encomendou projeto executivo para pavimentar 50 km da MS-378, entre a BR-463 e a MS-278 (Laguna Carapã-Caarapó).

Texto: Sílvio de Andrade – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)
Fotos: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo de MS