Grand Prix de Judô Paralímpico e Copa Antônio Tenório rendem 12 medalhas a MS

O judô paralímpico de Mato Grosso do Sul mais uma vez ficou em evidência a nível nacional. Desta vez, 12 medalhas foram conquistadas no Grand Prix de Judô 2019 e na Copa Antônio Tenório, realizadas no sábado (30.11), no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo-SP. A delegação sul-mato-grossense teve o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Os eventos na capital paulista marcaram o encerramento do calendário de disputas da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) neste ano. No total, 164 atletas de quase 50 instituições diferentes lutaram pelas premiações individuais e por equipes nas competições.

Das 12 condecorações obtidas pelos sul-mato-grossenses, seis foram de ouro, duas de prata e quatro de bronze. Representaram Mato Grosso do Sul a Associação dos Deficientes Visuais de Mato Grosso do Sul (ADVIMS), Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas (Ismac) e Associação de Judô Caminho Suave (AJCS). Todas as agremiações são de Campo Grande.

O Grand Prix foi direcionado aos atletas adultos/seniores. O destaque da competição foi o camapuanense Luan Simões Pimentel, medalhista de ouro nos Jogos Parapan-Americanos 2019 de Lima, no Peru. O judoca do Ismac encerrou as disputas no lugar mais alto do pódio. Segundo a técnica do Ismac, Anne Talitha Almeida, Luan venceu um adversário do Brasil que nunca havia vencido, o atleta Denis Aparecido Rosa. “Eles já se enfrentaram cinco vezes e foi uma vitória importante. O Luan sempre representou muito bem nosso Estado e desta vez não foi diferente. Ele está numa crescente muito boa, rumo às Olimpíadas de Tóquio 2020”.

Além de assegurar a medalha mais desejada, o judoca de Camapuã foi essencial no apoio aos novatos na Copa Antônio Tenório. “Ele foi competir, mas também teve grande contribuição por incentivar e ser um espelho para a criançada que está chegando agora. O Luan já passou por esta fase, é um atleta que participou de Paralimpíadas Escolares. Então, ele é inspiração às crianças, assistiu e torceu nas lutas das crianças”, afirma a sensei.

A Copa Antônio Tenório envolveu disputas voltadas aos iniciantes, em que apenas judocas graduados até a faixa-laranja podem participar, independentemente da idade. De acordo com a CBDV, o torneio homenageia o maior astro da modalidade no Brasil. Entre os mais novos, o Ismac terminou na primeira posição geral do quadro de medalhas, colocando todos os atletas no pódio.

“A disputa pelo título estava muito concorrida. Ganhamos medalha por medalha. É muito bom porque vemos que exista essa renovação no nosso judô, que dá visibilidade ao Estado, principalmente devido ao apoio da Fundesporte. Essa conquista mostra também que nossas crianças estão em alto nível, mesmo diante de tanta competitividade”, ressalta Anne Talitha.

Confira as medalhas do Time MS no Grand Prix e Copa Antônio Tenório:

COPA ANTÔNIO TENÓRIO

Ouro
Lara Amaral (Ismac) – Superligeiro, até 40 kg
Hellen Cordeiro Machado (Ismac) – Médio, até 63 kg
Gabriel Rodrigues (Ismac) – Superligeiro
Luciano Stuart (Ismac) – Ligeiro, até 60 kg

Prata
Vinicius Campos (Ismac) – Meio-leve, até 48 kg
Felipe Alves (Ismac) – Ligeiro A

Bronze
Larissa Barros de Oliveira (Ismac) – Meio-leve, até 48 kg
Kelly Victorio (Ismac) – Meio-pesado, até 70 kg
Fladmir Matos (Ismac) – Ligeiro, até 55 kg

GRAND PRIX

Ouro
Michele Ferreira (AJCS) – Até 63 kg
Luan Pimentel (Ismac) – Até 73 kg

Bronze
Jorge Nakashita (Ismac) – Até 60 kg

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de capa: Renan Cacioli/CBDV

Publicado por: [email protected]