MS sobe três vezes ao pódio no 70º Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa

A equipe de Mato Grosso do Sul voltou da 70ª edição do Campeonato Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa com três medalhas conquistadas. A competição, considerada a maior da modalidade na América Latina e o mais tradicional evento da comunidade nipo-brasileira, foi realizada em Itupeva-SP, município localizado a 71 quilômetros de São Paulo-SP. As disputas ocorreram de sexta-feira (24.01) a domingo (26.01) no Ginásio de Esportes Dorival Raymundo e na Sociedade Beneficente e Recreativa Itupeva (SBRI).

A delegação sul-mato-grossense, formada por 26 atletas da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira (AECNB) de Campo Grande, teve o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

De acordo com a organização, liderada pela Associação Cultural Beneficente e Esportiva Nissei Itupeva (Aceni), o evento reuniu mais de mil pessoas entre atletas, dirigentes, torcedores e comissão organizadora. Os confrontos aconteceram em 13 categorias etárias, do pré-pré-mirim à sênior, nos formatos individual, em duplas (masculina/feminina e mista) e equipes.

Em equipe, pela categoria juvenil feminino, Mariana Aguena e Maria Tamaciro faturaram o bronze para Mato Grosso do Sul. Leonardo Kurokawa também terminou na terceira colocação, na pré-pré-mirim (individual). Entre os mais experientes, Massayoshi Sakai assegurou a medalha de prata na categoria megaveterano (individual). Além destes, Bruno Tamaciro, pela sênior, fechou o Intercolonial Brasileiro na sexta posição.

“Participamos há muitos anos e sempre subimos ao pódio. O nível técnico desta edição estava bastante elevado, mas mesmo assim conseguimos medalhar. Porém, vamos continuar treinando ainda mais, para que tenhamos mais atletas vencedores”, avalia o técnico Mário Márcio Soken, que também atuou como atleta na competição, disputando a categoria pré-sênior. Rafael Watanabe também fez o papel de técnico e atleta (classe adulto masculino).

Aprovada em congresso técnico, a 71ª edição do Campeonato Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa terá como sede Curitiba-PR, em 2021. “Com certeza, estaremos representando o estado de Mato Grosso do Sul com muito afinco”, completa Soken.

Além dos mencionados, compuseram a equipe sul-mato-grossense: Davi Tamaciro (pré-pré-mirim), Shogo Aguena (mirim masculino), Homero Cunha (infantil masculino), Thales Kinjo (juvenil masculino), William Watanabe (adulto masculino), Paulo Akieda (adulto masculino), Luis Tibana (pré-sênior), Tsutomu Matsunaga (pré-sênior), Hiroki Ando (pré-sênior), Marco Aguena (sênior), Alexandre Hokama (sênior), Kazuo Yanai (veterano), Mario Kameya (superveterano), Pedro Mazali (livre masculino), Geovane Ferreira (livre masculino), Jhon Adrian (livre masculino), Micaela Paim (livre feminino), Sarah Barbosa (livre feminino) e Caroline Nunes (livre feminino).

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de capa: Divulgação/AECNB

Publicado por: Lucas Castro