Governo agiliza processo para recuperar parede contenção do Rio Paraguai em Porto Murtinho

O Governo do Estado contratou de forma emergencial uma empresa especializada em projetos para recuperar a cortina de contenção do dique do Rio Paraguai em Porto Murtinho que desabou em outubro. O aviso de dispensa de licitação foi publicado na edição de hoje (2) do Diário Oficial do Estado (DOE-MS).

Segundo o documento, o valor estimado a ser pago no “projeto de recuperação e reforço” da estrutura da parede de contenção é de R$ 427 mil. A empresa contratada foi a Schettini Engenharia Ltda. Já a dispensa de licitação foi publicada devido a declaração de emergência na cidade, decretada em 19 de novembro devido a gravidade da situação.

Parte da parede na parte contínua à estrutura do dique de proteção contra cheias do rio cedeu por conta da força da água em 28 de outubro. “Não houve novos desabamentos desde então, mas apareceram rachaduras”, explicou gerente de logística da Defesa Civil, tenente Landis Dorneles Pereira em 19 de novembro.

A estação flutuante de captação de águas da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), que fica ao lado do local afetado pela erosão, terá que ser remanejada para outro local do rio.