Polícia Civil prende homem por descumprimento de medidas protetivas

Na tarde desta quinta-feira (23), o Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu um homem de 47 anos, suspeito de praticar o crime de descumprimento de medidas protetivas de urgência previstas na Lei Maria da Penha.

Segundo apurado, dias antes da prisão, a vítima, esposa do suspeito, compareceu à Delegacia para registrar boletim de ocorrência. No ato de registro, a vítima teria relatado que era agredida, injuriada e ameaçada há anos por seu esposo. Além disso, ela e seus filhos sofriam maus-tratos.

Diante da narrativa dos fatos, a vítima solicitou medidas protetivas, sendo deferidas pela Justiça, além do que manifestou o desejo de separar-se do marido.

Ontem pela manhã, o suspeito foi intimado de que não poderia se aproximar da vítima, tampouco manter qualquer tipo de contato com ela e familiares. O oficial de justiça foi acompanhado de policiais civis, sendo que o Delegado, inclusive, orientou o indivíduo de que, se ele descumprisse, seria preso. O suspeito disse à polícia que preferiria morrer a ficar longe de seus filhos, e que a distância das crianças poderia fazer com que ele se matasse.

Horas depois da intimação, mesmo sendo informado por inúmeras vezes de que não poderia descumprir a decisão judicial, o suspeito se aproximou da vítima, adentrando na residência e, ainda, dizendo para ela retirar o B.O. feito em seu desfavor.

A Polícia Civil foi acionada e deu voz de prisão ao autor. Ele foi encaminhado à Delegacia e se encontra preso à disposição da Justiça.

Publicado por: Carlos Eduardo Orácio