Campo Grande / MS - quarta-feira, 21 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Assistência Técnica e Gerencial em Agroindústria auxilia produtores na formalização de produtos artesanais

Publicado em: 09/21/2020 - 9:22
Programa já contempla 45 propriedades de produção de queijo e mel em Mato Grosso do Sul.

O Senar está mobilizando produtores rurais de Mato Grosso do Sul para participação na ATeG (Assistência Técnica e Gerencial) em Agroindústria, que representa uma oportunidade para valorizar ainda mais a produção artesanal de queijos e mel. A nova vertente de trabalho, que já contempla 45 propriedades, é o tema do “Senar/MS Transformando Vidas” desta semana.

 

 

“O programa tem como objetivo atender agroindústrias artesanais e assisti-las desde o recebimento da matéria-prima até a sua comercialização. Dentre esses trabalhos, serão abordados a questão da agregação de valor aos produtos dos pequenos e médios empreendimentos, segurança alimentar, a gestão de estabelecimentos e formalização dos produtos que estão sendo elaborados nessas agroindústrias”, detalha a coordenadora da ATeG em Agroindústria, Camila Lima.

Inicialmente, estão sendo atendidos os produtores que fazem parte da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite e Apicultura, que recebem suporte para aprimorar e formalizar o processamento de queijos e mel. Posteriormente, serão contemplados produtores de outras cadeias produtivas do estado.

“São 24 meses de atendimento, com visitas mensais de 4 horas cada. O perfil do produtor a ser contemplado é voltado à mão de obra familiar, que comprem ou têm a matéria-prima dentro da propriedade, e produza de modo artesanal ou tradicional”.

O programa auxilia o produtor em todas as etapas de regularização dos produtos, bem como na obtenção do Selo Arte, a certificação sanitária do estado. “Abordamos questões como boas práticas de fabricação, marketing, rotulagem, embalagem, segurança alimentar, gestão, comercialização e formalização, que é a certificação desses produtos, que atesta a segurança alimentar e qualidade ao consumidor final. A assistência faz diagnósticos personalizados, com cada agroindústria. As visitas têm o intuito de visualizar a situação de cada propriedade. Não é uma receita de bolo, e sim um atendimento personalizado, buscando sempre melhorar nos pontos que os produtores mais precisam”, afirma Camila.

“Os produtores já produzem com muita excelência, e buscam agora a formalização dessa produção. Nosso objetivo é incentivá-los porque, através dessa certificação, eles poderão vender os produtos em locais que antes não era possível, além de aumentar a rentabilidade e a qualidade de vida desses grupos. Com isso, podemos estimular também a sucessão familiar nessas propriedades”, finaliza.

Transformando Vidas – Toda sexta-feira, o Sistema Famasul divulga uma reportagem sobre a atuação do Senar/MS e suas transformações no campo.

Você pode ainda conferir outras reportagens sobre Agroindústria nas editorias de ‘Mercado Agropecuário’ e ‘Educação no Campo’, além da live que foi transmitida nesta terça-feira (18).

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Leandro Abreu

Fonte: Famasul.

Desenvolvido por Argo Soluções