Campo Grande / MS - segunda-feira, 2 de agosto de 2021
(67) 99890-6610

Deputados recebem ministro da Saúde após reunião de Comissão Intergestores

Publicado em: 16/07/2021 - 3:55

Realizada nesta manhã (16), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), a primeira reunião mensal da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) foi conduzida pelo deputado Antonio Vaz (Republicanos), presidente da Comissão Permanente de Saúde da Casa de Leis. O encontro contou com a participação dos secretários de Saúde municipais de todo o Estado, incluindo o secretário de Estado de Saúde (SES), Geraldo Resende, a secretária-adjunta de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone e o secretário de Saúde do município de Campo Grande, José Mauro Pinto de Castro Filho.

Após a reunião, junto ao deputado Antonio Vaz, os deputados Lidio Lopes (PATRI), Coronel David (Sem Partido), Professor Rinaldo (PSDB) e Renato Câmara (MDB) recepcionaram no Plenário Júlio Maia o ministro de Estado de Saúde Marcelo Queiroga. Também participaram as autoridades na área da Saúde e representantes dos Poderes nas esferas municipal, estadual e federal.

O deputado Antônio Vaz saudou a todos e ressaltou que a presença do ministro Marcel Queiroga só demonstra o resultado de nossa união de esforços. “Mostra que nosso Estado tem sido referência nacional no combate a Covid 19, grato pela presença de todos aqui, especialmente do ministro de Saúde nesta reunião tão importante para as demandas de Mato Grosso do Sul”, destacou o parlamentar.

Coronel David registrou o trabalho eficaz da Saúde executado em todo o Estado.  “O ministro veio aqui conhecer a eficácia na vacinação em Mato Grosso do Sul, de forma muito rápida é distribuída, o Estado que mais aplica vacina, em pouco tempo fará com que consigamos disseminar. A Assembleia Legislativa vem exercendo um papel fundamental no combate a pandemia da Covid-19 desde o ano passado, destinando grande parte das emendas dos deputados estaduais para esse fim”, informou o parlamentar.

Lidio Lopes (PATRI) também ressaltou a atuação parlamentar no enfrentamento à pandemia da Covid-19. “Estamos atuando, especialmente na pandemia, nunca deixamos de legislar e levar resultados para a população. Hoje o ministro conhecerá algumas pautas nossas, entre elas como está sendo feito o atendimento básico na Saúde, a logística para a vacina chegar no braço, e o trabalho para a implantação de clínicas de tratamento pós covid”, relatou.

Renato Câmara, coordenador da Frente Parlamentar em Defesa de Pessoa Idosa considera que o trabalho pelo idoso na pandemia é formado por um conjunto. “Trabalhar integrado e em conjunto sempre, unir esforços da inciativa privada e entidades. Com o diálogo conseguimos dar passos importantes e celeridade na vacinação”, completou.

O ministro da Saúde e cardiologista, Dr. Marcelo Queiroga, enfatizou o compromisso da União com a saúde de todos os brasieliros “Nosso compromisso é de levar políticas que tragam resultados capazes de mudar o cenário pandêmico desta doença na ponta. Saúde é um direito de todos, e também dever do Estado, e deve ser implementado na prática pelo maior sistema de Saúde aberto e gratuito do mundo, que tem sido nossa grande ferramenta, o SUS. A esperança são as vacinas e nesse sentido a União se empenhou desde o primeiro momento a uma campanha de imunização, e Mato Grosso do Sul mostra que isso é possível, desde que tenhamos vacinas”, destacou.

Geraldo Resende agradeceu a cedência da Casa de Leis a reunião da CIB e recepção do ministro. “Agradeço aos deputados pela cedência do Plenário Júlio Maia para a esta reunião, à bancada federal, todas as lideranças presentes. Faço um cumprimento especial a nossa a nossa equipe de saúde nesta luta travada diariamente sem um minuto de descanso. São 59 mil servidores na área de Saúde, junto a 79 secretários de Estado de Saúde, para obtermos o resultado de  72,3% vacinados com a 1 dose, 38.3% já com a segunda dose. Aqui o mantra é “Lugar de vacina é no braço, e não na geladeira”, informou.

“Aproveito aqui para fazer um pedido para o ministro de Saúde, pretendemos abrir quatro centros de recuperação pós-covid para as macrorregiões do Estado. Seria então um em Campo Grande, outro em Corumbá, um em Três Lagoas e um em Dourados. Precisamos também transformar um hospital nosso que já é exemplar, o São Julião, em referência de doenças crônicas e degenerativas para os idosos. Precisamos de financiamento, recursos federais pleiteados junto a bancada, e o Governo do Estado entra também com parte do recurso”, detalhou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A secretária-adjunta de Estado (SES), Crhistinne Maymone, destaca a política integrada para uma eficiência na pasta. “Todas essas políticas são debatidas pelos entes federados. Para o cidadão é extremamente importante, pois a política é construída ascendentemente.Consenso e pactuação entre os entes é o que traz mais efetividade à política de saúde. Sobre a imunização, é necessário ainda que a prevenção continue com todos os protocolos de biossegurança necessários”, considerou.

Rogério Leite, presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) agradeceu a presença do ministro da Saúde na reunião. “Muita honra ter a primeira CIB com a presença de várias autoridades e da autoridade maior na área da Saúde da federação. O nosso sucesso é fruto de um trabalho realizado em conjunto que une diversas forças, e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul para que a imunização chegasse a qualquer lugar necessário no Estado. Foram planejamento em conjunto, e o trabalho incessante em equipe da SES, Ministério da Saúde e secretarias de saúde municipal. Trabalhamos pelo fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) em benefício da família sul-mato-grossense”, frisou.

A ministra da Agricultutra, Pecuária e Abastecimento (Mapa),Teresa Cristina Corrêa da Costa Dias enalteceu a presença do ministro Marcelo Queiroga, em território sul-mato-grossense.  “Prazer enorme recebê-lo em meu Estado. Gratidão ao que o Governo Federal tem feito pelo nosso Estado, pois todas as vezes que ligamos para o ministro Queiroga para que adiantasse algo que Mato Grosso do Sul, ele sempre foi solícito”, relatou.

 

 

Fonte: Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul



Desenvolvido por Argo Soluções