Campo Grande / MS - quarta-feira, 4 de agosto de 2021
(67) 99890-6610

Campo Grande, também conhecida como “cidade árvore do mundo”, ganha tom colorido com floração dos ipês

Publicado em: 10/07/2021 - 8:48

O inverno em Campo Grande iniciou de forma policromática com a florada dos ipês. Considerado um dos eventos mais belos da natureza brasileira, a floração dos ipês chama a atenção da população campo-grandense que vem registrando em suas redes sociais o colorido encontrado nas copas das árvores neste período, e não somente ipês como também outras espécies têm exibido a beleza de suas flores.

Os ipês florescem no inverno e primavera, no entanto, nem sempre a florada dos ipês segue exatamente uma ordem de floração, pois a influência do clima é determinante para que as árvores entrem em período de reprodução. Comumente, o ipê-roxo é o primeiro a florir entre os meses de junho e agosto nas regiões quentes e um pouco antes nas regiões mais frias. O ipê-amarelo floresce entre agosto e setembro e o ipê-branco, o último a exibir sua beleza, entre os meses de setembro e outubro. No Brasil, existem doze tipos de ipês com flor em tons de amarelo. Uma característica que o diferencia das demais árvores é quando suas flores nascem e as folhas caem dos galhos.

As floradas costumam durar uma semana, em média, e variam conforme a pouca concentração de água na atmosfera. No caso do amarelo, o período pode se estender por até 10 dias e tem duas edições, uma após a florada do ipê roxo, aproximadamente em julho, e outra em setembro, quando se anuncia a chegada da temporada das chuvas.

Ao fim desse período as árvores produzem frutos secos, do tipo cápsula, que quando maduras liberam sementes com alas a longas distâncias.

A superintendente de fiscalização e gestão ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), Gisseli Giraldelli, retrata o sentimento de muitos cidadãos. “O ipê, pela sua beleza exuberante, acaba por atuar como uma espécie de bandeira. Tanta beleza desperta na população uma sensação muito agradável. Simplesmente parar um minuto para contemplar o belo é fundamental para a nossa vida! Isso nos remete à importância do nosso contato com a natureza. Como representante do órgão gestor da arborização urbana da nossa cidade, me sinto muito grata em ver esse fenômeno crescendo a cada ano, cada vez mais o campo-grandense está envolvido com essa questão! Estamos nos tornando uma cidade de apaixonados por árvores, que são seres vivos muito importantes dos quais somos dependentes, elas são uns dos maiores prestadores de serviços ambientais dos espaços urbanos”.

Arnildo Pott, engenheiro agrônomo, botânico e professor visitante sênior da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), referência mundial em Flora do Pantanal, explanou sobre a relevância da gestão pública em investir na preservação da arborização. “O trabalho de orientação à população realizado pela gestão pública deve ser constante, a atitude de olhar para as árvores e reconhecer a sua importância é fundamental para o bem-estar, qualidade de vida. Poucas capitais desenvolveram um Plano Diretor de Arborização Urbana (PDAU) e Campo Grande está seguindo para a segunda edição do seu PDAU. Mas ainda há a necessidade de compreensão no cultivo, dos cuidados e na preferência por espécies nativas. Os que aqui chegam de outras cidades ficam impressionados pela quantidade de árvores”.

O influencer digital Júnior, responsável pela conta “Passeando em Campo Grande” no Instagram, com mais de 100 mil seguidores, comentou sobre esse olhar e carinho da população em relação as belezas naturais da cidade, em especial aos ipês floridos. “Há dois anos eu venho lutando por esse olhar com amor por Campo Grande e está sendo muito gratificante receber esse retorno dos seguidores. Eles postam pôr-do-sol, os animais e hoje o destaque é para a florada dos ipês. Noto isso como uma demonstração de amor do campo-grandense para nossa cidade, e isso é demais, amar seu local. Os seguidores reparam nas nossas belezas e ficam admirados Imagino que 70% das marcações sejam das belezas da cidade”.

Já o secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luis Eduardo Costa, destaca como uma das ações do projeto Reviva Mais Campo Grande a preservação da arborização urbana “A gestão municipal prioriza o desenvolvimento sustentável. Desta forma, temos o compromisso com a preservação das nossas árvores que desempenham um importante papel na área urbana absorvendo tanto a poluição sonora como a atmosférica, proporcionam conforto térmico e visual, e ainda agem sobre a saúde, resultando em qualidade de vida”.

Informações sobre o PDAU e projetos desenvolvidas para a promoção da arborização urbana estão disponíveis no site da Semadur www.campogrande.ms.gov.br/semadur/canais/arborizacao-urbana , via telefone (67) 4042-1323 ramal 2743 ou por e-mail para  gfav.semadur.pmcg@gmail.com.



Desenvolvido por Argo Soluções