Campo Grande / MS - quarta-feira, 4 de agosto de 2021
(67) 99890-6610

Obra garante novo acesso ao centro e fim das enxurradas no Jardim Paradiso

Publicado em: 22/07/2021 - 8:59

A conclusão do asfalto na Rua Três Marias, além de abrir um novo acesso ao centro da cidade pela Avenida Tamandaré, livra os moradores do Jardim Paradiso do pesadelo que chega junto com o período de chuvas, a partir de outubro: a enxurrada que desce com força do bairro vizinho, o Nossa Senhora das Graças, arrastando trechos do asfalto de algumas ruas. Só ano passado, a Prefeitura refez duas vezes o pavimento das ruas Carlota de Almeida Lemos e Angela Abdulahad, teve de reconstruir bocas de lobo, além de remover muito barro e pedras de outras vias.

A drenagem implantada sob a pista da Três Marias será o canal de escoamento da enxurrada até desembocar no Córrego Frutuoso, que tem uma nascente na Avenida Tamandaré. Antes das obras que estão na reta final,  com a construção do meio-fio, a Três Marias praticamente não oferecia condições de tráfego e metade do seu traçado se estreitava no trecho que era um  terreno particular. Foi necessário implantar os 500 metros de pista até chegar aos fundos do Condomínio Village, na Rua Lindóia, via de acesso ao Bairro Nossa Senhora das Graças e à Avenida Euler de Azevedo.

Para captar e escoar a água das chuvas foram implantados quase 2 quilômetros de drenagem (1.816,80 metros) e 2,2 quilômetros de pavimentação. O projeto contemplou além da Três Marias, as transversais Benedito Pache, Avenida Rosário Congro, General Benedito Xavier, Monte Azul, Bonança, Indaiá, Ibiá e Itabira, no Bosque da Saúde.

A tubulação na Rua Itabira foi projetada para eliminar pontos de alagamentos gerados pela enxurrada que desce da Avenida Padre João Falco. “Isto aqui vira um rio quando chove forte, abrindo crateras enormes “, relata o aposentado Anízio Gregório, 73 anos,  há 10 morador da Rua Itabira, onde estão sendo implantados  150 metros de  tubulação em toda sua extensão, desde a Rua Três Marias, onde vai desembocar a enxurrada das transversais.   A água da chuva que for captada por está drenagem vai desembocar no Córrego Frutuoso, afluente do Córrego Segredo que tem uma nascente na Avenida Tamandaré.

Outras obras

Nesta região da cidade estão sendo feitos outros investimentos em Infraestrutura. A Rua do Seminário foi recapeada, desde a Avenida Euler de Azevedo, passando pela Mascarenhas de Moraes, até a rotatória com a Avenida Padre João Falco, que também recebeu asfalto novo até o cruzamento com a Tamandaré. Foi concluído ainda o asfalto das Ruas Marechal Câmara e São Faustino, novo acesso à UCDB. Também foi concluída a pavimemtação da Vila Lidia.

Segundo a dona de Márcia Basília Fernandes, que mora na Rua de 2 de Outubro, a obra vinha sendo prometida há anos. “Estávamos literalmente ilhados. Quando chovia, a gente sofria com a enxurrada e o barro. As ruas ficavam intransitáveis”, testemunha Márcia. A pavimentação na Vila Lídia, além da Rua 2 de Outubro, abrangeu as Ruas Theodomiro Serra, Araras, Luis Ribeiro, Bem Te Vi, Doutor Laureano e Seriema.

Fonte: Prefeitura de Campo Grande



Desenvolvido por Argo Soluções