Campo Grande / MS - terça-feira, 28 de setembro de 2021
(67) 99890-6610

Perda gestacional é tema do programa Vida Saudável da Rádio da Assembleia

Publicado em: 24/11/2019 - 7:52

Ainda pouco se fala sobre perda gestacional e neonatal, sofrimento e luto enfrentado pela família. O programa Vida Saudável da próxima segunda-feira (25) abordará o assunto que atinge muitas mulheres no mundo. Para esclarecer o tema, a entrevistada desta edição será a médica Tayná Santigo, especialista em Clínica Médica.

“É inominável a dor que uma mãe e um pai sentem ao perder um filho. A perda gestacional ou a neonatal carrega ainda o fator de ser, na maioria das vezes, inesperada e geradora de sentimentos como tristeza, culpa e medo de ter feito algo errado ou de repetir a experiência no futuro”, destaca Tayná.

Estudos variados apontam que em torno de 20% das mulheres têm a gravidez interrompida de forma espontânea antes da 12ª semana de gravidez. Esta perda é denominada de aborto e pode atingir uma em cada quatro mulheres. A perda gestacional e neonatal são fenômenos de grande ocorrência e quando acontece até a 22ª semana denomina-se perda gestacional precoce e a partir daí perda gestacional tardia.

A médica ressaltou a importância de buscar ajuda e destacou a iniciativa do Grupo de Apoio à Perda Gestacional, Neonatal e Infantil. Para quem estiver interessado em participar do grupo de acolhimento, é só acessar o perfil no Instagram @superacao_apoioaolutoparental e lá ver todas as informações do grupo.

Quer saber mais sobre o assunto perda gestacional e neonatal? A entrevista vai ao ar às 9h30 e pode ser acompanhada pela Rádio Assembleia.

Por: Juliana Turatti Foto: Paulo Radamés

Fonte: ALEMS



Desenvolvido por Argo Soluções