Campo Grande / MS - domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 99890-6610

Prefeitura lança campanha para inibir esmolas e incentivar a oferta de serviços à pessoas em situação de rua

Publicado em: 21/09/2021 - 4:37

A Prefeitura de Campo Grande lança nesta quinta-feira (23), às 10h30, na Esplanada Ferroviária, a campanha “Não dê Esmolas, dê Dignidade. Não dê Esmolas dê oportunidades”. A ação conjunta tem por objetivo orientar as pessoas sobre o trabalho realizado pela Prefeitura para garantir dignidade às pessoas em situação de rua.

Na Prefeitura há diversos serviços voltados a este público que está na rua, na maioria dos casos, por algum vício. As ajudas, que ocorrem muitas vezes nos semáforos, acabam sustentando este vício e fazendo com que recusem o atendimento que pode recuperar a dignidade e transformar a vida desta população.

“Resgatar a dignidade das pessoas em situação de rua é um de nossos principais objetivos. Nossas equipes realizam o trabalho de abordagem e acolhimento 24 horas, todos os dias da semana, e são essas ações que vamos evidenciar durante a campanha, pedindo à população que nos ajude, divulgando os serviços que são ofertados pela Rede de Assistência Social do Município”, pontuou o secretário municipal de Assistência Social, José Mario Antunes.

A Prefeitura tem entre seus programas um trabalho de abordagem na rua, tratamento em clínicas terapêuticas, acompanhamento médico em diversas unidades, cursos, capacitação e até o encaminhamento ao mercado de trabalho. A orientação é que, ao invés de dar esmolas, a população acione os serviços de acolhimento disponíveis na rede de Assistência Social do município, que conta com quatro unidades de acolhimento.

Ao todo, de março de 2021 a agosto deste ano, foram realizados mais de 3,2 mil atendimentos nas unidades de acolhimento institucional da SAS, além de 2036 atendimentos a migrantes e imigrantes. Também foram realizados 926 encaminhamentos para o mercado de trabalho e fornecidas 1447 passagens à pessoas em situação de rua e estrangeiros que puderam retornar às suas cidades de origem, restabelecendo os vínculos familiares.

“É uma campanha para conscientizar as pessoas, mostrando que o mais importante é oferecer oportunidades para que ela tenha condições de ter uma renda, de sustentar sua família com seu próprio trabalho. É importante a população saber o que a gestão municipal realiza quanto ao acolhimento social e encaminhamento ao mercado de trabalho desse público”, destacou o diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho (FUNSAT), Luciano Martins.

Serviço – Durante as abordagens de conscientização, as equipes irão informar a população sobre o Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS), divulgando os telefones de contato das equipes que atuam no serviço 24 horas, percorrendo pontos estratégicos de Campo Grande, principalmente a região central, para identificar indivíduos ou famílias, assim como crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, exploração sexual ou fazendo uso de drogas, que utilizam os espaços públicos como moradia.

De janeiro de 2020 até agosto deste ano, o SEAS totalizou 2.812 abordagens. As pessoas que aceitam o acolhimento, são levadas ao Centro POP, onde passam por uma triagem e são encaminhadas para uma das unidades de acolhimento.

As equipes também informarão sobre a estrutura das unidades de acolhimento, onde o usuário recebe atendimento psicossocial e tem a oportunidade de realizar cinco refeições diárias. A SAS orienta a população, ao encontrar uma pessoa em situação de rua, a entrar em contato pelos telefones do SEAS que funcionam 24 horas (67) 98404-7529 ou 98471-8149.



Desenvolvido por Argo Soluções