Campo Grande / MS - sexta-feira, 23 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Prêmio de Jornalismo: Concurso recebe 39 trabalhos das várias categorias

Publicado em: 11/22/2019 - 8:44

Reunião foi realizada na tarde desta terça-feira na sala da presidência da Assembleia

O 1º Prêmio de Jornalismo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) recebeu 39 trabalhos de profissionais da Capital e do interior nas diversas categorias. O material foi distribuído na tarde desta quarta-feira (20) aos integrantes da comissão julgadora durante reunião realizada na sala da presidência, na Casa de Leis. A solenidade de entrega do prêmio será no dia 4 de dezembro.

“Estamos muito felizes com a participação! É um motivo de satisfação e orgulho! Vamos agora avaliar esses trabalhos para entregar o prêmio no próximo dia 4. Com certeza, a premiação será um sucesso”, comentou o gerente de TV e Rádio e presidente da comissão julgadora do prêmio, Maurício Picarelli.

Além de Picarelli, a comissão é formada pela gerente de Mídias Sociais da Casa de Leis, Fabiana Silvestre, pela coordenadora da Rádio ALEMS, Karine Cortez, pelo coordenador do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), professor Dr. Gerson Luiz Martins, e pelo presidente do Sindicado dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS), Walter Gonçalves Filho.

Na reunião, o publicitário da ALEMS, Giusepe Favieri, que integra a comissão organizadora do prêmio, entregou pen-drives com os trabalhos e fichas de avaliação aos membros da comissão julgadora. Os critérios de julgamento, previstos no artigo 37 do edital do concurso, são os seguintes: adequação ao tema, qualidade editorial (texto, desenvolvimento, abordagem e edição), criatividade e inovação (introdução de novas ideias e conceitos), profundidade e abrangência da abordagem e clareza na explicação de termos técnicos.

O professor Gerson Martins, que considerou expressiva a quantidade de trabalhos inscritos, avaliou a importância do prêmio na valorização profissional. “Considero importantíssimo que o poder público tenha essa iniciativa. Na atual realidade profissional, os jornalistas precisam de apoio como esse”, afirmou. Ele acrescentou que o prêmio contribui no processo de democratização da sociedade e na melhoria da qualidade do jornalismo do Estado.

O prêmio vai contemplar os três primeiros colocados de cada uma das seguintes categorias: jornalismo impresso (jornais e revistas), telejornalismo, radiojornalismo, webjornalismo e fotojornalismo. O primeiro colocado em cada categoria receberá o prêmio de R$ 4 mil. Os profissionais que ficarem em segundo e terceiro lugares em cada categoria receberão, respectivamente, R$ 2 mil e R$ 1 mil.

Desenvolvido por Argo Soluções