Campo Grande / MS - quarta-feira, 21 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Rota Bioceânica foi impactada pela pandemia? Programa Perspectiva responde.

Publicado em: 08/11/2020 - 3:32

Planejada há anos pelos governos do Brasil e dos países vizinhos, a série de obras que visam a implementação da rota bioceânica está em andamento. Mas ela foi impactada pela série de medidas restritivas para conter o coronavírus? A pergunta foi respondida pelo senador por Mato Grosso do Sul, Nelson Trad Filho (PSD), ao programa Perspectiva, da TV ALEMS.

Segundo o parlamentar, durante a entrevista a Lívia Machado, o ritmo diminuiu, mas as obras não pararam. Ele argumenta que há uma grande vontade de Brasil, Paraguai, Argentina e Chile em concluírem o quanto antes a implementação da rota, que deverá unir Campo Grande ao Oceano Pacífico por um caminho de apenas 2,4 mil quilômetros. O Paraguai tem investido forte na pavimentação de trecho de rodovia na região do Chaco – equivalente ao Pantanal brasileiro – e não deverá abrir mão do projeto por conta da pandemia

Assim que a rota estiver concluída, Trad avalia que Mato Grosso do Sul estará em uma posição estratégica no Brasil. Commodities deverão levar 14 dias a menos para chegar a Ásia, se comparado ao tempo levado nas rotas marítimas atuais. Ele confirmou ainda que o Governo Federal prometeu ainda instalar um escritório do Itamaraty – a representação diplomática brasileira – para fortalecer os diálogos com a América do Sul nos esforços desse caminho que trará dinamização da economia para a região.

O “Perspectiva” é exibido ao longo da programação da TV ALEMS, canal 9 da operadora Claro NET em Campo Grande e em Dourados. Também é possível conferir esse e outros programas já exibidos pelo canal do YouTube da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

 

Por: Thiago Frison

Fonte: ALEMS

Desenvolvido por Argo Soluções