Vendas externas de açúcar aumentam 200% de janeiro a julho e MS é 6º maior exportador do país

Foto: Divulgação

As exportações de açúcar produzido em Mato Grosso do Sul aumentaram 200% de janeiro a julho de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. Foram exportadas 295,36 mil toneladas do produto nos primeiros sete meses deste ano, totalizando US$ 76,64 milhões, frente a 97,98 mil toneladas comercializadas com o exterior em igual período do ano passado, num total de US$ 29,11 milhões.

Conforme os dados do Ministério de Economia, compilados na Nota Técnica do Açúcar elaborada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Mato Grosso do Sul ocupa a sexta posição no ranking dos estados exportadores de açúcar no período de janeiro a julho de 2020, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Alagoas e Goiás. Os principais destinos são os mercados do Canadá e da Argélia.

“Temos acompanhado o crescimento das exportações de açúcar em Mato Grosso do Sul. O setor sucroenergético foi um dos primeiros no Estado a firmar protocolo de biossegurança, em março, no início das ações pra conter a pandemia da Covid-19. As usinas mantiveram o nível de atividade nesse momento e a produção de açúcar ganhou espaço com as condições favoráveis do mercado externo”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

De janeiro a julho de 2020, a participação das exportações sul-mato-grossenses de açúcar na pauta nacional representou 1,78% do total do país, e no mesmo período de 2019 esse índice foi de 1,05%. Mesmo com aumento nas operações do principal exportador, o estado de São Paulo, o crescimento de Mato Grosso do Sul segue em valores maiores de crescimento ganhando espaço no cenário nacional, enquanto São Paulo vem recuando sua participação no total das exportações.

O secretário Jaime Verruck, da Semagro e o presidente da Biosul, Roberto Hollanda

Dados do setor sucroenergético

De acordo com a Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), a safra da cana-de-açúcar 2019/2020 encerrou no dia 31 de março e somou 47,5 milhões de toneladas processadas no Estado – a 4ª maior do país. A safra 2020/2021 iniciou em abril e até junho já haviam sido processadas cerca 12,4 milhões de toneladas da matéria-prima pela indústria sucroenergética sul-mato-grossense.

Até junho de 2020, a produção de etanol no Estado foi de 700 milhões de litros e a produção de açúcar foi de 404 mil toneladas, alta de 66% comparada ao mesmo período da safra passada, quando produziu 243 mil toneladas do alimento. No mix de produção, 74% da matéria-prima processada foi destinada para a produção de etanol, enquanto 26% foi para o açúcar.

Marcelo Armôa, Semagro

Fonte: Governo de MS.

Redes Sociais
Nos siga no Google Notícias   Autor e Fonte: Jornal Eletrônico em Mato Grosso do Sul - Tereré News
Por Chico Oliveira/Tereré News   Empresa Jornalística    ouça este conteúdo   Edição Impresa.