Campo Grande / MS - sexta-feira, 23 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Depois de quase 14 anos no poder, Evo Morales renuncia a presidência da Bolívia

Publicado em: 10/11/2019 - 8:35

O presidente da República da Bolívia, Evo Morales, renunciou hoje ao cargo, após quase 14 anos no poder, numa declaração transmitada pela televisão do país.

“Estou a renunciar para que os meus irmãos não sejam ameaçados. Lamento muito este golpe civil”, afirmou. Morales demitiu-se depois de os chefes das Forças Armadas e da polícia da Bolívia terem exigido hoje que o Presidente abandonasse o cargo para que a estabilidade e a paz possam regressar ao país.

O chefe da instituição militar, Williams Kaliman, e o comandante da polícia boliviana, Yuri Calderón, leram declarações separadas, nas quais pediam a renúncia de Morales, que foi reeleito nas eleições de 20 de outubro para um quarto mandato, sob suspeitas de fraude eleitoral.

“Renuncio ao meu cargo de presidente para que [Carlos] Mesa e [Luis Fernando] Camacho não continuem a perseguir dirigentes sociais”, disse Morales num discurso televisivo, referindo-se a líderes opositores que convocaram protestos, desde o dia seguinte às eleições de 20 de outubro.

Sapo.pt

Desenvolvido por Argo Soluções