Holanda: Por falta de evidências científicas, governo não exigirá uso de máscaras em público

De acordo com o site de notícias Crítica Nacional, o governo holandês não exigirá o uso de máscaras em público para impedir a disseminação do Sars-CoV-2 (vírus responsável pela Covid-19). A declaração dada na semana passada teve como justificativa o fato de não haver evidências científicas sobre a eficácia do uso de máscaras.

“Do ponto de vista médico, não há evidências de um efeito médico do uso de máscaras, por isso decidimos não impor uma obrigação nacional”, disse a ministra holandesa da Assistência Médica, Tamara Van Ark, após uma reunião com especialistas em saúde e prefeitos.

Autoridades de saúde do governo holandês têm expressado dúvidas sobre a eficácia das máscaras. O chefe do Instituto Nacional de Saúde Pública da Holanda, Jaap van Dissel, disse que as máscaras podem levar a uma falsa sensação de segurança, porque as pessoas mantêm menos distância.

Jaap van disse ainda que a organização está ciente de que alguns estudos mostram que as máscaras podem ajudar a retardar a propagação do vírus, mas que as evidências não são conclusivas, e que as máscaras podem realmente aumentar a probabilidade de transferir a doença se não for usada adequadamente.

Fonte: Terça Livre

Redes Sociais
Nos siga no Google Notícias   Autor e Fonte: Jornal Eletrônico em Mato Grosso do Sul - Tereré News
Por Chico Oliveira/Tereré News   Empresa Jornalística    ouça este conteúdo   Edição Impresa.