Campo Grande / MS - domingo, 17 de outubro de 2021
(67) 99890-6610

Casal é indiciado pela Polícia Civil por maltratar animais silvestres

Publicado em: 21/09/2021 - 10:34

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, durante operação “Fronteira e Divisa Integradas”, fez a apreensão de mais de 200 animais silvestres, que estavam sendo transportados por um casal, na BR 487, na cidade de Naviraí-MS. A dupla M.G., 41 anos e B.S., 24 anos, foi indiciada por praticar abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres e por apanhar espécies nativas sem a devida permissão.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais realizavam abordagens na região do Posto Fiscal da Foz do Amambai, quando avistaram carro Fiat Uno, conduzido por M.G. com várias caixas cobertas no banco de trás e no porta-malas. Foi feita uma busca no veículo e verificou que dentro das caixas havia mais de 224 filhotes de papagaio, 03 filhotes de araras vermelha e 02 maritacas jandaias.

Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos à delegacia, onde foi feito o indiciamento. Eles foram autuados administrativamente, cada um em R$ 114.500,00 (cento e quatorze mil e quinhentos reais), por transportar/guardar 229 espécimes de aves da fauna silvestre, sem a devida autorização ambiental, nos termos do parágrafo inciso 03 do artigo 24 do decreto 6514/08, bem como em R$ 229.000,00 (duzentos e vinte e nove mil reais), pelos evidentes maus tratos impostos aos animais, no transporte em ambiente inadequado, em condições degradantes, e em quantidade exorbitante, de acordo com artigo 29 do decreto 6514/08.

Indagado sobre os fatos o autor afirmou ter pego os animais na cidade de Naviraí, em um posto na saída para a cidade de Ivinhema. M.G. também informou que pagou R$ 120,00 pelos papagaios, R$ 600,00 pelas araras e R$ 40,00 pelas maritacas.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e encaminhou os animais para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), pois estavam debilitados. Posteriormente eles serão devolvidos ao meio ambiente.

Fonte: PC



Desenvolvido por Argo Soluções