Campo Grande / MS - sexta-feira, 23 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário Piratininga agora atende no Cepol

Publicado em: 11/20/2019 - 5:30

O delegado geral da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul – Marcelo Vargas Lopes, o diretor do Departamento de Polícia da Capital – delegado Fabiano Nagata, o delegado titular das Depacs – João Eduardo Davanço e a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Infância e Juventude – Ariene Murad, concederam Coletiva de Imprensa na manhã desta quarta-feira (20) para falar sobre a mudança do local de atendimento e funcionamento da Depac Piratininga que, a partir das 17h30 de hoje, passa a ser realizado no Centro de Policiamento Especializado – Cepol.

O novo local atende a decisão judicial, que determina um único plantão policial em Campo Grande receba todas as ocorrências envolvendo adolescentes em conflito com a lei, no período noturno e de finais de semana.

Marcelo Vargas destacou que o novo local de atendimento, a mudança acolhe à demanda do Ministério Público no que concerne o atendimento aos adolescentes em conflito com a lei.

Questionado sobre os atos dos moradores da região do bairro Piratininga sobre um possível aumento da violência na região, com a saída da Depac daquele o local, dr. Marcelo Vargas explicou que “a mudança não prejudica o policiamento preventivo feito pela Polícia Militar, que trabalha em harmonia e sincronismo com a Polícia Civil, e vai manter o policiamento no bairro Piratininga”.

“Somado a isso nós temos 14 Delegacias Especializadas, 7 distritos policiais, o Grupo de Operações e Investigação – GOI, 2 Depacs, o plantão da Casa da Mulher Brasileira, além do Cepol que realiza registros de boletins de ocorrência, ou seja, quando temos aumento de demanda de determinado crime, ou aciona o GOI para fazer o atendimento de forma imediata, ou a delegacia especializada que vai fazer a investigação desse tipo de ocorrência. Isso também não impede que o cidadão procure a Delegacia de sua região para fazer o registro de ocorrência”, lembrou.

Ele explicou ainda que o prédio da 5ª DP será reformado para que seja possível voltar a funcionar de forma integrada. “Temos o projeto da criação de uma nova Depac, na avenida Filinto Muller, ao lado da Defurv e do IML, para atender simultaneamente o menor infrator. Já temos uma área destinada a esse fim. Estamos trabalhando hoje orçamento e recurso para que no ano vem iniciarmos essa obra”, revelou.

O delegado titular das Depacs frisou que a Polícia Civil melhora a estrutura de atendimento à população, servidores e demais forças policiais. “A noite e final de semana o plantão policial atenderá normalmente. Temos a Depac Centro, a Depac Piratininga para atender a região norte de Campo Grande – agora no Cepol, a Casa da Mulher Brasileira, que atende a região sul e agora com a modificação todos os adolescentes em conflito com a lei serão apresentados aqui, 24 horas”.

Davanço reforçou que: “De nenhuma maneira a população estará sendo prejudicada, pois é um prédio novo, com boa estrutura de acesso, banheiros, estacionamento e instalações e atende a determinação judicial – que a polícia já vinha cumprido – que é de o adolescente não ter contato com o imputável (maior de 18 anos), e que aqui a gente está aprimorando este atendimento. Aqui o adolescente possui até uma entrada específica, salas específicas de atendimento 24h”.

Conforme a delegada Ariene Murad, atualmente, a Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude – Deiaj, registra uma média de 150 a 180 atos infracionais por mês.

A Cepol fica localizada na rua Soldado PM Reinaldo de Andrade, n. 167, bairro Tiradentes, em Campo Grande.

Publicado por: Carlos Eduardo

Desenvolvido por Argo Soluções