Campo Grande / MS - sexta-feira, 23 de abril de 2021
(67) 99890-6610

Operação Guarita cumpre mandados para investigar crimes motivados por disputas em terra indígena

Publicado em: 11/19/2019 - 8:56

PF investiga homicídio e tentativa de indígenas na terra indígena Guarita, em municípios da região noroeste do RS

A Polícia Federal deflagrou hoje (19/11) a Operação Guarita, que apura crimes ocorridos em razão de disputa pela liderança de terra indígena localizada na Região Noroeste do Rio Grande do Sul.

A operação conta com o apoio da Polícia Civil e da Brigada Militar. Cerca de 200 policiais cumprem 38 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão preventiva, na Terra Indígena Guarita, nos municípios de Redentora e Tenente Portela.

A Polícia Federal instaurou inquéritos para apurar o atentado ocorrido em 19 de outubro, contra o cacique da Guarita, e o homicídio de um indígena e a tentativa de homicídio de outros dois, no dia 07 de novembro, na mesma região.

Os crimes investigados são homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado, incêndio majorado, dano qualificado e formação de milícia armada.

Será concedida entrevista coletiva às 10h30min. de hoje (19/11), na sede da Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo (Av. São João, nº 555).

Comunicação Social da Polícia Federal em Santo Ângelo

Contato: (55) 3314-9000

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul

imprensa.rs@dpf.gov.br | www.pf.gov.br

Contato: (51) 3235-9005/99717-3040

Desenvolvido por Argo Soluções