Pela terceira vez, anta é resgatada de piscina em chácara próxima ao aeroporto Santa Maria

Polícia Militar Ambiental e Bombeiros de Campo Grande resgatam anta de piscina em chácara próxima ao aeroporto Santa Maria pela terceira vez

Mesmo depois de notificada verbalmente a realizar a proteção de uma piscina, a proprietária de uma chácara acionou hoje a PMA para retirar mais uma vez uma anta do local. Os Policiais Militares de Campo Grande foram acionados nesta terça (07) pela manhã, pela moradora da chácara localizada na região do aeroporto Santa Maria, em razão da presença de um animal silvestre da espécie anta (Tapirus terrestres), que teria caído dentro de sua piscina.

Os Policiais solicitaram ajuda do Corpo de Bombeiros, foram ao local e conseguiram retirar a anta da piscina. No dia 20 do mês passado (junho), a PMA e Bombeiros tinham resgatado uma anta do mesmo local. Não se sabe se seria a mesma que caíra nas outras duas vezes, mas essa os Policiais acharam ser um pouco menor.

As equipes perceberam que o bicho não apresentava ferimentos e nem outro problema de saúde e o soltaram no local. A proprietária da residência foi orientada a cercar sua piscina.

Dessa vez a proprietária da chácara será notificada por escrito a tomar providência de proteção da piscina. Caso não cumpra, poderá ser autuada e processada penalmente, com base na Lei Federal nº 9.605/12/2/1998, no seu artigo 68 que diz: Deixar, aquele que tiver o dever legal ou contratual de fazê-lo, de cumprir obrigação de relevante interesse ambiental: Pena – detenção, de um a três anos, e multa. Parágrafo único. Se o crime é culposo, a pena é de três meses a um ano, sem prejuízo da multa.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Redes Sociais
Nos siga no Google Notícias   Autor e Fonte: Jornal Eletrônico em Mato Grosso do Sul - Tereré News
Por Chico Oliveira/Tereré News   Empresa Jornalística    ouça este conteúdo   Edição Impresa.