PMA autua gari por maus-tratos a uma cachorra que fora a óbito por falta de alimentação

Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua gari por maus-tratos a uma cachorra que fora a óbito por falta de alimentação

A Polícia Militar Ambiental de Costa Rica recebeu denúncia de uma defensora de animais da cidade, que apresentou um laudo de uma médica veterinária, atestando o óbito nesta sexta (26) de uma cachorra por desnutrição. A denunciante afirmou que encontrara a cadela na rua e encaminhara por sua conta para tratamento, com concordância da proprietária.

A veterinária que cuidou da cachorra disponibilizou aos policiais o laudo e várias fotos do animal em tratamento, na tentativa de se reverter as infecções pela falta de alimento, porém, não conseguiu salvar a cadela.

Uma equipe da PMA deslocou-se até a residência da proprietária do animal. A moradora confirmou os fatos e informou que não tinha condições econômicas para tratar da cachorra, pois é diarista contratada pela prefeitura na limpeza urbana (gari). A infratora (27) foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 500,00. Ela também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, cuja pena é de três meses a um ano de detenção.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Redes Sociais
Nos siga no Google Notícias   Autor e Fonte: Jornal Eletrônico em Mato Grosso do Sul - Tereré News
Por Chico Oliveira/Tereré News   Empresa Jornalística    ouça este conteúdo   Edição Impresa.